Consulta de Contas Inativas de FGTS

Caros clientes,

 

Após a liberação para saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), estamos disponibilizando os links para consulta.

Os trabalhadores que tiverem valores em suas contas deverá consultar o calendário para comparecer em uma agencia da Caixa Economica Federal até o dia 31 de Julho de 2017.

https://www.contasinativas.caixa.gov.br/pages/inter/home.html

 

https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS

 

 

Calendário para Saque

Trabalhadores Nascidos em:

Podem sacar à partir de:

Janeiro

10/03/2017

Fevereiro

10/03/2017

Março

10/04/2017

Abril

10/04/2017

Maio

10/04/2017

Junho

12/05/2017

Julho

12/05/2017

Agosto

12/05/2017

Setembro

16/06/2017

Outubro

16/06/2017

Novembro

16/06/2017

Dezembro

14/07/2017

 

Como sacar?
Os saques poderão ser feitos nas agências e caixas eletrônicos da Caixa, dependendo, por exemplo, do valor. Além disso, o cliente que não tem conta na Caixa poderá optar por transferir os recursos do FGTS, de qualquer valor, para uma conta corrente ou conta poupança de qualquer outro banco, sem custo.

 

Sem o Cartão Cidadão: o trabalhador poderá sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos da Caixa, sem o Cartão Cidadão, caso o saldo de cada conta inativa seja de até R$ 1.500. Para isso, ele só precisa ter a senha do Cartão Cidadão.

 

Com o Cartão Cidadão: o limite de saque, no Caixa Eletrônico, é de R$ 3 mil por conta inativa.

 

Lotéricas e correspondentes Caixa Aqui: os saques podem ser feitos com o Cartão Cidadão para valores de até R$ 3 mil por conta inativa.

 

Saques acima de R$ 3 mil e até R$ 10 mil: o trabalhador só precisa apresentar, na agência da Caixa, a carteira de identidade para fazer o saque ou a transferência para conta de outro banco, sem custo.

 

Saques acima de R$ 10 mil: além da identidade, será preciso apresentar a carteira de trabalho ou o termo de rescisão de contrato de trabalho vinculado à conta inativa.

 

Contas que aparecem ativas: se o trabalhador tem uma conta de FGTS vinculada a um emprego do qual se desligou até 31 de dezembro de 2015, mas que ainda aparece como "ativa", terá que comprovar o fim do vínculo através da carteira de trabalho ou rescisão do contrato de trabalho.

Quem não tiver a carteira de trabalho terá que providenciar uma cópia do termo de rescisão do contrato de trabalho vinculado à conta inativa, e levá-la no momento do saque.

 

Atenciosamente,

OUTRAS NOTÍCIAS

Confira outras notícias que são destaques